Maria-sem-vergonha

quarta-feira, novembro 10, 2004

gordinha sexy


Engraçado. Hoje tive um insight. Um "liga o botão do f..." e tudo bem.
Resolvi assumir minha personalidade gordinha sexy. Desisti de fazer dieta. Desisti de sofrer pra ter um corpo que nunca vou conseguir ter. É lógico que não vou descuidar da saúde, e me submeter à sessões de toneladas de sorvete, chocolate e pipoca. Mas não quero mais me preocupar com esse assunto como se ele fosse a missão da minha vida. E eu sei que não é. Minha missão aqui é muito maior.

Como uma pessoa descolada e informada que sou, sempre soltei umas frases de "que beleza exterior não é tudo", "o que importa é o que você é por dentro" e por aí afora. Mas, na realidade, nunca me senti tão desprendida dos valores carnais como proferia... por várias vezes me peguei chorando, com um balde de sorvete na mão assistindo às boazudas da tv... patético... eu sei... assumo... Mas é isso que o raio da mídia coloca na nossa cabeça. Que pra você ser feliz precisa ser um mulherão.

Na verdade, hoje, eu me considero um mulherão! Puxa, e que mulherão! Me desculpem as magrelas altas, mas ter onde pegar é fundamental! Sou um mulherão não pelos padrões da mídia, mas pelo meu padrão. Pelo padrão real. E pelo padrão das pessoas que me rodeiam.

E o que é melhor: além de eu ser um murelhão, tenho o interior recheado de boas qualidades também, como inteligência, bom humor e simpatia.

Quer mais?
Quem não aproveita não sabe o que está perdendo.

É isso aí.

Beijinhos

Kelly Linda

visite também o fotolog maria-sem-vergonha

4 Comments:

  • At 5 de julho de 2006 02:47, Anonymous Anônimo said…

    ESte eh o papo furado de toda gorda... as mesmas palavras... os mesmos lugares-comuns...

     
  • At 15 de fevereiro de 2007 20:55, Anonymous Wagner said…

    Agora é só ñ desligar mais. As gordinhas são tudo de bom, mulherões mesmo.

    Beijos gata.

     
  • At 27 de outubro de 2007 00:19, Anonymous Joice said…

    Kelly, achei maravilhoso o seu post!!!
    Sinceramente é meio cruel e difícil de aceitar realmente que somos "diferentes" do padrão de beleza que a mídia impõe! Porém quando damos por nós mesmas, vemos que na verdade o padrão quem faz, somos nós! Nós somos o que queremos ser...
    Eu também sou gordinha, e me crucifiquei boa parte da vida por isso, mas hoje, aos 17 anos, não tão vivida assim, admito... mas posso dizer já experiente em algumas coisas e de cabeça feita em relação ao que sou... feliz da vida por estar ao lado de um homem que demostra me amar de verdade e que me dá o devido valor que sempre almejei receber!!! Bem resolvida profissionalmente(sou mecânica por gosto, com muito orgulho!), e estou terminando o segundo período da faculdade de Direito!!! Isso não tem preço. Posso dizer que eu, gordinha, no auge dos 17, tenho o que muita mulher escultural de 30 não conseguiu ate hoje!

    Mil beijos pra você, viu?!
    Minha página do orkut está aqui (http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=4010496612123680809), adoraria entrar em contato!
    Sucesso!

     
  • At 11 de janeiro de 2008 20:12, Anonymous Anônimo said…

    As gordinhas assumidas são as mulheres mais lindas e interessantes do mundo!!! Parabéns. Ter onde pegar realmente é fundamental, afinal mulher tem que ter curvas.

     

Postar um comentário

<< Home